Modo de produção

O Brasil é o quinto maior produtor têxtil do mundo, com 1,8 milhão de toneladas de artigos confeccionados ao ano segundo IEMI (2014) e destes 175 mil toneladas viraram resíduos têxteis, sendo que 90% irá para aterros sanitários.

Pensando nessa problemática surge a Cotton Move em 2018, com o propósito de trabalhar com o "lixo têxtil", transformando-o em novos produtos, gerando por meio desta a circularidade, ou seja, após os produtos serem usados e descartados, retornam como matéria prima.

É importante ressaltar que no processo de reciclagem e obtenção de novos tecidos não é adicionado nenhum material oriundo do petróleo, porque o mesmo impossibilitaria a reciclagem do material em uma segunda vez e em caso de descarte inadequado contaminaria o solo. Além de levar mais de 200 anos para se decompor.

A água utilizada no processo de desenvolvimento é coletada da chuva, tratada e reutilizada após seu consumo. 

 

O principal parceiro da Cotton Move é a empresa Souza e Cambos.  Quer saber mais? acesse souzaecambos.com.br

CONTATO

joseguilherme@cottonmove.com.br

São Paulo, SP

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon